.mais sobre mim

Envia-me um e-mail

.pesquisar

 

.posts recentes

. Garrano

. Urso pardo

. Hamster

. O coelho

. Os Golfinhos

. Carta ao Verdinho - Escol...

. PATO-REAL

. A LONTRA

. O GANSO

. Melro-metálico

.arquivos

. Junho 2012

. Maio 2012

. Março 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

.tags

. todas as tags

.links

.subscrever feeds

|ESPAÇO CRIANÇA| |DICAS VERDES| |DIAS AMBIENTAIS| |ANIMAIS|

|PLANTAS| |AMBIENTE| |HISTÓRIAS E JOGOS| |SONDAGENS|
Terça-feira, 2 de Novembro de 2010

Veado Muntjac

(Muntiacus muntjac)

 

 

Classe: Mammalia

Ordem: Artiodactyla

Família: Cervidae

 

Dimensões: 1m de comprimento e 50 cm de altura.

 

Distribuição Geográfica: Sri-Lanka, Índia, Nordeste do Paquistão, Nepal, Butão, Bangladesh, Sul da China, Malásia, Sumatra, Bornéu, Java e Bali.

 

Habitat: Florestas tropicais de vegetação densa.

 

Alimentação: Folhas, rebentos, erva e fruta.

 

Reprodução: Atingem a maturidade sexual entre os 6 e os 12 meses de idade. Os muntjac podem reproduzir-se em qualquer altura do ano, sendo mais frequente nos meses de Janeiro e Fevereiro. Nessa altura, é comum observarem-se duelos entre machos de forma a determinar qual irá acasalar com a fêmea escolhida. Por sua vez, as fêmeas formam pequenos territórios dentro de um maior pertencente a um macho e, defendem esse espaço de outras possíveis rivais. Depois de 7 meses de gestação, a fêmea dá à luz, normalmente apenas a uma cria, num local escondido e protegido. O juvenil permanece nesse local até ter resistência e idade suficiente para acompanhar a sua mãe. Mais tarde, a fêmea irá forçar a sua cria a ser independente, afastando-se da mesma, antes de poder acasalar novamente.

 

Comportamento:

Habitualmente vive solitário ou em pares e, raramente abandona o seu território. Mais activos no final do dia, uma vez que a visibilidade é muito reduzida à noite. Usam as secreções das glândulas faciais para marcar território, sendo uma importante forma de comunicação com outros veados. Quando alarmados ou na presença de algum perigo, os muntjac emitem um som característico, semelhante ao ladrar dum cão. Depois fogem, saltando, até encontrarem abrigo na vegetação mais densa. Esse latido também é utilizado para manter outros congéneres afastados do seu território e atrair as fêmeas na época do cio.

 

Curiosidades:

 É um pequeno e tímido membro da família dos cervídeos. Os machos possuem armações muito simples e curtas, com uma só ponta e caninos bem desenvolvidos (defesas). Ambos são usados como armas de combate, sobretudo as defesas. As armações são renovadas anualmente. As fêmeas têm pequenas saliências ósseas cobertas de tufos de pêlo, no local onde crescem as armações dos machos.

 

Devido ao som que produz é, também, chamado por “veado que ladra”.

 

Estatuto de conservação e factores de ameaça:

As populações do muntjac-indiano aparentam estar estáveis.

As maiores ameaças a esta espécie são a destruição do habitat e a caça para consumo humano e aproveitamento da pele. 

 

Websites

http://animaldiversity.ummz.umich.edu/site/accounts/information/Muntiacus_muntjak.html 

http://www.iucnredlist.org/apps/redlist/details/42190/0

 

Conteúdo desenvolvido por:

Parque Zoológico de Lagos

http://www.zoolagos.com

 

tags:
publicado por verdinho_naturezabrincalhona às 15:22
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres